Search
  • Christiane Dumont

7 Dicas para Lidar Melhor com o Isolamento durante o Coronavirus

Updated: Jun 22





Isso é que eu chamo de ironia do destino: o mundo, que finalmente virou uma ilha global, está precisando de privacidade. Em outras palavras, para evitar que o coronavirus se alastre ainda mais, os países estão fechando suas fronteiras e as pessoas estão sendo convidadas a permanecer em casa.


Mais uma ironia do destino: a gente, que dava tudo para poder trabalhar de casa, sem enfrentar o trânsito e podendo ficar com a família, não sabe o que fazer com tanta liberdade!


Ah, como somos contraditórios!


Bom, eu que estou fechando 2 meses de quarentena voluntária, venho experimentando essa coisa de ficar trancada em casa há mais tempo e, por isso, desenvolvi algumas técnicas para lidar com esta situação. Quem sabe elas não podem ajudar você de alguma forma.


1.Separar dia de semana de fim de semana

Nos dias de semana, estabelecer os horários de trabalho e estudo claramente. Faça da sua casa um tipo de co-working. Pode ser uma mesa grande onde cada um senta com suas tarefas ou cada um fica no seu próprio canto/quarto. Vista-se para trabalhar. Não fique de pijama o dia inteiro. O local de trabalho mudou, mas o mindset ainda éo da labuta.


Muito importante manter momentos de descanso e socialização. Aqui em casa, a gente senta para almoçar juntos e depois cada um vai olhar seus Instas, Faces ou fazer o que achar mais legal antes de voltar para as tarefas.


Mais ou menos às 4 da tarde, rola um café com leite ou chocolate quente com algum snack. Novamente, a gente aproveita para falar alguma besteira, compartilhar as bobagens que recebemos pelas redes sociais ou trocar alguma ideia. Exatamente como se fizéssemos aquela pausa para o cafezinho quando estamos na empresa.


Nos fins de semana, o sofá da sala em frente à TV fica liberado para todo mundo deitar, comer, tomar cerveja, Coca-Cola (contra minha vontade) ou apenas dormir agarrado em alguma almofada. A gente fica uma tarde toda assistindo séries, filmes ou qualquer outra coisa que esteja passando na TV. Nada de falar de trabalho ou cobrar o dever de casa das crianças.


Sexta ou sábado ou domingo à noite, a gente coloca nossas máscaras e sai para jantar fora porque ninguém é de ferro.


Nessa nova rotina, tanto em dia de semana quanto no fim de semana, a gente faz a segunda coisa mais importante neste momento que é: malhar o corpo


2.Fazer exercício físico

Eu faço yoga todos os dias com minha colega de classe: a Fernanda Lima! Ela tem uma aula de Ashtanga no Youtube sensacional e já estamos íntimas. Eduardo, meu filho, faz o tal do Q48 e mais uma aula de jiu-jítsu, também online. O problema é o cheirinho que fica no quarto depois dele esmurrar a parede por quase 1 hora.


Luiz, meu marido, coloca a máscara na cara, os Ipods no ouvido e vai andar de bicicleta no parque para malhar a mente, além do corpo. Manter o corpo em movimento éessencial para quem está hibernando. Os ursos não concordariam comigo, mas eles ficam em jejum durante toda hibernação, e nós não. Isso me leva ao terceiro ponto:


3.Cozinhar um cardápio mais light

Ficar em casa dá a maior fome! Na realidade, isso não é fome. Isso éo cérebro pedindo algo diferente para quebrar a rotina. Então, que tal encher a geladeira de snacks saudáveis? A Internet está cheia de receitinhas sensacionais, incluindo bolos mais leves para o caféda tarde. Guarde para o fim de semana o brigadeiro, a macarronada e a coxinha para ajudar a quebrar a rotina.


Neste quesito, também é muito importante evitar de ir ao supermercado, ainda mais no Brasil onde se fica horas esperando para pagar a conta com todo mundo respirando à sua volta. Peça online ou por telefone e não deixe a pessoa subir até sua casa para entregar: você desce e pega as compras rapidinho, sem muito contato físico. Ao chegar em casa, lave as mãos.


4.Ajudar as crianças com suas frustrações

Quem tem criança pequena em casa se enquadra em outra categoria: santos na terra. Criança de férias já é um problema para entreter. Criança de férias, mas tendo que estudar em casa, é caso de saúde pública.

Meu conselho é buscar ajuda na Internet onde há centenas de dicas do que fazer com crianças trancadas em apartamento. E não se esqueça de que elas também precisam socializar. Libere o celular para elas poderem brincar com os amiguinhos pelo WhatsApp ou qualquer outra plataforma. Elas, com certeza, vão achar uma forma de se entreter juntas e diminuir a frustração de ter que fica em casa.


5.Criar Grupos de Apoio

Nesses momentos em que estamos mais tempo conosco mesmo, a gente acaba se colocando no centro do mundo e os nossos problemas viram os mais importantes da humanidade. Ajudar os outros com suas emoções é o melhor remédio para lidar com as nossas.


Você pode criar um grupo de apoio no WhatsApp dando espaço para as pessoas compartilharem angústias ou dicas para lidar com esse momento. Um dos grupos que participo se chama Diário Guiado: todos os dias as pessoas escrevem sobre determinado tema. Grupos de gratidão também são muito legais: todos compartilham 3 coisas pelas quais são gratas naquele dia. Use sua imaginação e seu coração.


Apresentei duas amigas que não se conheciam, uma chinesa pianista e outra brasileira bailarina, e elas montaram um vídeo lindo em homenagem aos chineses que morreram para nos salvar dessa epidemia. Segue o link para vocês assistirem e se inspirarem a montar seus próprios projetos.


https://youtu.be/z3_eeWA6Bfg


6.Nada de picuinha

Não tem segredo: coloque uma porção de cachorros ou gatinhos ou qualquer outro bichinho junto e eles vão terminar rosnando um para o outro. Esse momento é o de relevar tudo de todo mundo. Nada de criticar como outro está vestido, o cabelo, a barba, a unha ou sei lá mais o que. Qualquer coisa pode virar um barraco. O que todos precisam agora ésimplesmente da empatia do outro.


Na eminência de uma confusão, fale “nossa, está difícil para todos essa coisa de ficar em casa.” Pronto, isso é o suficiente para reestabelecer a conexão entre vocês e seguir em frente.


7.Aproveitar o tempo livre

Tempo livre é como um presente tão bom, mas tão bom, que vocênão sabe por onde começar a brincar e acaba paralisando. Quantos filmes, livros, pratos diferentes, cursos você gostaria de fazer se tivesse mais tempo livre? Isso para não falar da nossa vontade de estar mais perto da família. Imagino que, trabalhando de casa, você ganhou pelo menos o tempo que estaria no trânsito indo e vindo do local de trabalho. Então, agora dá para coordenar isso tudo.


O auto isolamento não tem que ser uma coisa totalmente ruim. Há sempre um ganho em toda a perda. Pare para pensar no que você está ganhando com essa mudança de rotina.

Para aqueles que gostam de autodesenvolvimento, estou com um curso gratuito no Udemy chamado Você 2.0. Vou deixar o link aqui para quem quiser checar.


https://www.udemy.com/course/voce20/


Enfim, cada uma sabe onde o sapato aperta. Mas, talvez, essa seja a chance de tirar o sapato ou, pelo menos, substituir por um par de chinelos.


#coronavirus #tempo #emoções #trabalhodecasa #homeoffice #voce2-0

0 views

© 2018 by Mariana Dumont - mdumontdesigns.com

  • Facebook - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • YouTube - Black Circle