© 2018 by Mariana Dumont - mdumontdesigns.com

  • Facebook - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
Search
  • Christiane Dumont

De que cor é seu futuro?


No post passado, eu falei em como escrever uma cartinha para seu inconsciente e como impregná-la de emoções para garantir que ele vai entender tudinho que está escrito.


Mas às vezes, nem é preciso sentar e escrever uma carta. É só prestar atenção nas experiências que a vida nos proporciona e ir dando um significado mais profundo para elas. Essas metáforas, charadas, brincadeiras com o inconsciente são muito poderosas! Ele fica lá, matutando: _ O que ela quis dizer com isso?


Aliás, aqui em casa, ninguém aguenta mais essa minha mania de achar um aprendizado escondido em cada coisinha que acontece. Outro dia, a gata vomitou e eu pedi para meu filho mais novo ir lá limpar. Ele me disse o seguinte:


_ Mãe, eu vou limpar, mas não começa a dizer que o vômito da gata representa a vontade dela de se livrar das coisas negativas que a incomodam, blá, blá, blá, senão eu não vou limpar droga nenhuma!


Acabei de voltar de um treinamento de PNL em Bali onde passei 9 dias. Foi lá que meu professor me proporcionou minha primeira experiência de mergulho de verdade: 8 metros de profundidade!


Gente! Como é que eu faço um mergulho no mar da Indonésia e não vou achar significado???


Sinto muito, mas vou ter que dividir com vocês como foi que eu vi meu futuro no fundo do mar.


Meu futuro é como um mergulho no oceano.


Meus ouvidos doem por conta da pressão, mas eu aprendo a gerenciar quão fundo eu posso ir. Às vezes eu subo um pouco mais, às vezes eu desço um pouco mais, num continuo subir e descer. O importante não é quão fundo eu posso ir, mas sim me manter em movimento, administrando a pressão que posso suportar naquele momento.


Me sinto leve, meus movimentos são lentos, porém na direção exata em que desejo ir. Às vezes, no entanto, correntes de água me tiram do meu caminho, mas eu me deixo levar por elas sem resistência. As correntes, que pareciam retirar meu foco, acabam me mostrando o que eu sequer sabia que existia!


Peixes de todos os tipos cruzam o meu caminho. Eu não preciso buscar pelos peixes porque eles estão todos ali, a minha volta, olhando para mim.Uns passam mais rapidamente, outros mais lentamente. Uns parecem assustados, outros parecem curiosos. Uns param para me ver; outros param para que eu possa vê-los melhor.


Tudo que eu enxergo é o que está neste exato momento à minha volta. Não preciso olhar para trás nem para o que está lána frente. Estou no exato lugar onde eu deveria estar.


Se volto o olhar para cima, consigo ver a superfície e isso me dá a segurança de saber que posso subir a hora que quiser para descansar.


Junto comigo, está meu instrutor. Ele verifica se estou bem, ele cuida de mim, ele me dá segurança. Ele me lembra a cada minuto que não estou sozinha.


Uma vez, ouvi dizer que a fé é igual a um pescador em seu barco, aguardando fisgar um peixe que ele não consegue enxergar. Em Bali, eu consegui ver os peixes. E minha fé no futuro se tornou azul da cor do mar.


Será que exagerei? Sei lá. Só sei que este momento da minha vida está guardado profundamente no meu inconsciente e, na hora certa, ele vai ME lembrar disso!


Até o próximo post.


#coaching #chrisdumont #futuro #fé #emoções #inconsciente #coaching # treinamento

7 views